como tratar estrias em pele negra

As estrias também são tão presentes em pessoas negras quanto em pele clara, porém se tem a impressão de serem mais frequentes porque aparecem mais na pele negra devido a tonalidade da pele. Por isso escrevemos este post sobre estrias em pele negra.

Desde o boom dos tratamentos estéticos, se observou um grande aumento na quantidade de pessoas que vão às clínicas em busca de tratamentos capazes de eliminar as estrias de vez.

Tais tratamentos costumam ser longos e até auxiliam na redução das cicatrizes, mas até hoje não se conseguiu a cura para o problema.

Tanto as estrias em pele negra quanto as estrias em pele clara surgem por uma combinação de fatores que desencadeiam o rompimento das fibras de colágeno, prejudicando a elasticidade da pele no local lesionado.

Sem o tratamento ainda no estágio inicial, as estrias são propensas a se desenvolverem ainda mais, tornando o investimento na redução das marcas mais caro e demorado.

Por isso, confira as informações e dicas sobre estrias em pele negra que fomos buscar para você!

Estrias: fatores de risco

Dificilmente as estrias têm apenas um fator causal, veja:

  • Mulheres – embora as estrias também acometam os homens, elas são ainda mais comuns em mulheres;
  • Puberdade –  devido ao desenvolvimento acelerado do corpo, o aparecimento de estrias é bem frequente durante essa fase da vida nas regiões que crescem rapidamente como quadril, seios, glúteos e costas;
  • Predisposição genética – tem histórico de estrias em pessoas da família? Isso significa que você possui maiores chances de desenvolvê-las;
  • Gravidez –  nessa fase, em especial, a preocupação e os incômodos com as estrias são bem habituais, já que a mulher ganha mais peso e o útero precisa se expandir para gerar o bebê, o que ocasiona o estresse da pele ao redor;
  • Efeito sanfona – o ganho ou a perda rápida de peso pode abrir caminho para que as estrias apareçam;
  • Corticosteróides – o uso frequente e prolongado de corticosteróides pode gerar impactos negativos, como o aumento de peso, estrias e outros transtornos.

 

Estrias em pele negra: prevenção é o caminho mais fácil

estrias em pele negra 1

Como já falamos antes, não existe nenhum tratamento milagroso para o tratamento de estrias em pele negra (ou branca), o que exige paciência e persistência das pessoas.

Por isso, sempre frisamos o quanto é importante imprimir esforços para preveni-las.

A pele negra possui uma quantidade maior de melanina, que por sua vez auxilia na proteção contra os raios solares e também corrobora para retardar o envelhecimento da pele.

Além disso, ela costuma ser mais elástica e resistente, mas nem por isso está livre das estrias.

Mesmo com esses aspectos conspirando a favor da saúde e boa aparência da pele negra, ela também exige cuidados constantes.

Logo, é fundamental mantê-la sempre bem hidratada, com ingestão de líquidos e o uso de hidratantes para evitar o ressecamento da pele, além, é claro, de uma dieta variada e rica em vitaminas e nutrientes.

Como tratar estrias em pele negra: tratamentos mais indicados

Assim como em pele clara os tratamentos de estrias em pele negra podem ajudar a reduzir as estrias mas dificilmente elemina-las. Alguns procedimentos para tratar estrias em pele negra, utilizados atualmente.

Laser fracionado não ablativo

estrias em pele negra 3

No caso desse tipo de laser, a energia é direcionada para a segunda camada da pele (a derme), não produzindo hematomas e, consequentemente, não causando dor. Esse tipo de laser produz calor na área onde as estrias estão localizadas, a fim de estimular a produção de colágeno e reduzir as marcas.

Radiofrequência

A radiofrequência também utiliza o calor, podendo elevar a temperatura das camadas mais profundas da pele a até 41ºc, induzindo a vasodilatação e atuando, assim, no aumento da produção de colágeno. Sao necessárias geralmente de  a 10 sessões, com o profissional fazendo monitoramento constante a respeito da temperatura da pele, para garantir a segurança do procedimento;

Peeling de Cristal

O peeling de cristal é um procedimento estético bastante utilizado, principalmente para o tratamento de estrias vermelhas (mais recentes). A grande vantagem é que ele pode ser aplicado em todas as partes do corpo, estimulando a produção de colágeno através da esfoliação da pele.

Carboxiterapia

A Carboxiterapia, utiliza gás carbônico que é injetado na pele com o objetivo de gerar uma distensão na segunda camada da pele, estimulando a produção de colágeno para melhorar o aspecto das estrias.

Se quiser saber mais sobre tratamentos estéticos, temos um post completo, basta clicar aqui

Creme para Estrias

Os cremes são um importante aliado no tratamento para estrias em pele negra, sendo, inclusive, na imensa maioria dos casos, indicados para o uso concomitante a diversos procedimentos estéticos.

Os cremes que possuem os ácidos retinoico e glicólico são os nais comuns para essa finalidade. É fácil de encontrar no mercado cremes com ácidos que causam irritação ou descamação na pele. São cremes que levam a um tratamento incomodo e que tem que se ter muito cuidado com a exposição ao sol.

O Cicatrissim, por exemplo, traz na sua fórmula uma combinação para lá de especial, que conta com Óleo de Rosa Mosqueta, Aloe Vera, Extrato de Barbatimão e Ácido Glicólico, apresentando resultados incríveis no tratamento de estrias vermelhas ou brancas.

CicatriSSim também pode reduzir estrias em pele negra.

estrias em pele negra 4

Como vimos, existem muitas opções de tratamento para estrias em pele negra, mas uma coisa que sempre se deve levar em consideração é que não importa o caminho escolhido, é preciso ter paciência para atingir os resultados esperados.

Peca já o seu Cicatrissim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *